Repetidor ou roteador: diferenças e como escolher o ideal?

Hoje é praticamente impossível visualizar uma realidade na qual possamos viver sem conexão Wi-Fi. Afinal, o acesso fácil à internet já faz parte do nosso cotidiano, não só em nossas casas, mas também em diversos estabelecimentos, como shoppings, lojas, restaurantes e outros.


Porém, mesmo estando tão presente, nem sempre a conexão Wi-Fi funciona da melhor maneira, sendo necessário investir em um repetidor ou roteador para melhorar o sinal. A questão é que nem todos sabem qual desses dois aparelhos escolher, pois não conhecem de fato como eles funcionam.


Quer aprender como escolher a opção perfeita para melhorar o Wi-Fi da sua casa? Continue acompanhando este conteúdo e veja as nossas dicas!


Descubra o funcionamento do roteador e do repetidor

Ter um roteador em casa ou no trabalho pode fazer uma grande diferença. Isso porque ele expande o sinal da internet que chega por meio do cabo e o disponibiliza para qualquer pessoa conectada a dispositivos móveis (como smartphones, tablets ou notebooks). Como seu nome já diz, ele busca as melhores rotas para enviar e receber os dados do plano que você contratou com o provedor de internet.


Por outro lado, o repetidor apenas recebe os dados do roteador principal, utiliza as mesmas configurações de rede e encaminha o sinal com a potência de sua antena. Dessa forma, é possível criar uma rede bem mais ampla e de boa qualidade sem ter que criar um novo ponto de acesso.


Entretanto, se você deseja fazer com que a conexão Wi-Fi da sua casa atinja todos os cômodos sem perder velocidade, o ideal é adicionar mais um roteador e não um repetidor de sinal. Confira no próximo tópico os benefícios dessa alternativa.


Veja por que optar por um segundo roteador

Antes de partir para as compras é importante que você conheça os benefícios de adicionar mais um roteador para ampliar o sinal Wi-Fi da sua casa. As vantagens se apresentam nos pontos a seguir. Confira!


Maior alcance de sinal

Uma das primeiras preocupações ao escolher o repetidor ou roteador é o alcance. Se você mora em uma casa muito grande, é necessário que a rede dê conta de toda a sua área, o que pode ser um pouco difícil quando há muitas paredes ou barreiras que bloqueiam o sinal, principalmente TVs e espelhos.


O roteador é capaz de cobrir áreas maiores com seu sinal, especialmente se estiver localizado em um ponto central da casa. Isso significa que nem as paredes impedirão a conexão de circular por todos os ambientes.


Facilidade de instalação

A praticidade é uma qualidade muito relevante na tecnologia de hoje em dia, pois economiza tempo e energia. Por isso que, mesmo que uma solução seja mais eficaz, ela pode não ser a mais adequada se requer uma instalação muito complexa.


Todos os roteadores têm um sistema de instalação inteligente que auxilia o usuário na hora de configurar o aparelho. Ou seja: nada de passos complicados e confusos. Basta conectar o aparelho, seguir as instruções do manual e logo ele estará funcionando.


Mais segurança

Se você utiliza a internet regularmente, então já deve saber muito bem que existe uma série de possíveis crimes virtuais, muitos dos quais envolvem invadir uma rede e capturar seus dados. E o aparelho que você usa também tem influência sobre o seu nível de segurança.


Por ter uma usabilidade mais simplificada, os roteadores costumam ter um sistema de segurança mais sofisticado para impedir que a rede seja invadida ou usada por terceiros sem autorização. Algo indispensável hoje em dia, com o número de crimes virtuais crescendo regularmente.


Transmissão com maior qualidade

Ao adicionar um novo roteador à sua rede em vez de um repetidor, a transmissão dos dados pelo Wi-Fi será feita em uma nova frequência que, se configurada corretamente, não influenciará na transmissão dos outros roteadores já existentes no ambiente.


O uso de repetidores, por outro lado, faz com que a qualidade dessa transmissão fique prejudicada, pois ela é realizada na mesma frequência em todos os equipamentos, gerando interferências na própria rede.


Saiba como escolher o melhor aparelho para a sua casa

Antes de partir em busca do seu roteador novo, você precisa entender quais são as características da sua rede. Primeiro de tudo, saiba qual é a velocidade da sua internet, pois, quanto mais rápida, poderá fazer downloads e uploads com mais velocidade.


Veja com que frequência os dados são transferidos entre o dispositivo móvel e o aparelho. Para que o roteador funcione em toda sua potência ele deve ser compatível com o plano de internet que você contratou. Essas informações costumam ser fornecidas pelo provedor. E, caso queira adicionar mais um aparelho, a empresa indicará o modelo adequado para você.


Conheça seus dispositivos. É necessário saber em qual frequência (2.4 GHz, 5 GHz, etc.) seus equipamentos operam para adquirir um aparelho compatível.


Entenda como instalar e configurar o roteador corretamente

Após decidir utilizar um repetidor ou um roteador, o próximo passo é entender como fazer sua instalação. Veja aqui um passo a passo bem simples que pode ajudar.


Instalação física

Primeiro, é bom saber como funciona a instalação física do roteador, que não é algo muito difícil. Existem ao menos 3 entradas para cabos em um aparelho.


A primeira é a entrada de rede, que é onde o cabo de internet da sua provedora se encaixa. O segundo tipo são as saídas LAN, que conectam a rede diretamente a um computador.


Por fim, há o cabo de energia, por onde o aparelho é ligado. Também existem algumas variações, como uma entrada de modem, caso seu roteador utilize uma rede sem cabeamento.


Local adequado

O segundo ponto é escolher o local de instalação do aparelho. É importante que ele esteja em um ponto central da casa, próximo de onde ele será mais usado, para garantir o maior alcance possível. Dessa forma, você otimiza o rendimento da sua rede.


Nome da rede e senha

Depois de instalar e ligar o roteador você deve conectá-lo a um computador e acessar as suas configurações para alterar o nome da rede (seu SSID) e a senha. O manual do aparelho também terá instruções sobre como acessar essas configurações. Mude o nome para algo mais reconhecível e use uma senha segura, com símbolos e números intercalados.


Firewall

Não é uma boa ideia usar uma rede sem segurança. Sendo assim, o passo mais importante é ativar o firewall do roteador, para protegê-lo contra acessos indevidos à sua rede. Você pode conferir se ele está habilitado nas configurações do aparelho, mas lembre-se de usar um antivírus e firewall próprios do computador também.


Use o QoS

O Quality of Service, ou QoS, é uma funcionalidade que permite ao roteador priorizar certos aparelhos ou programas. Se você joga online ou assiste a filmes enquanto há outros aparelhos conectados, pode configurar o roteador para priorizar os dados referentes ao jogo/vídeo antes dos demais, garantindo a melhor performance.


Com essas dicas certamente ficou mais fácil escolher o repetidor ou roteador ideal para melhorar a conexão da sua casa. Vale destacar ainda que não é indicado sincronizar o Wi-Fi de dois roteadores se você tiver mais de um; o ideal é interligá-los por um cabo de rede — um serviço que a equipe técnica da Amigo Internet oferece, além de fornecer o roteador adequado para a sua internet.


Quer continuar recebendo dicas para melhorar sua rede? Então nos siga no Instagram e no Facebook e fique sempre por dentro de nossas novidades.