Problemas com o sinal wi-fi da sua casa? Saiba o que fazer!

Imagine a seguinte situação: você contrata um bom pacote de internet, que atenda às suas necessidades de velocidade, mas ao entrar no quarto o sinal diminui, ou oscila muito entre os andares da casa. Ou ainda, na cena principal da sua série na Netflix o sinal trava e fica carregando.

E aí? Como resolver esse problema, e afinal, qual é o problema?

Esse é um relato bastante comum entre usuários de rede wi-fi e, na maioria das vezes, não está associado à velocidade e estabilidade da internet. Existem alguns pontos que devem ser observados para deixar o sinal wi-fi funcionando bem e atendendo a sua demanda. E, eles podem ser feitos por você mesmo, aí na sua casa.

Vamos pôr em prática?

Meu wi-fi está oscilando. O que posso fazer?

A primeira orientação é referente a um erro clássico: o uso de repetidores de sinal. Eles não são indicados, porque dividem a banda total de internet, fazendo com que ela chegue até os dispositivos apenas pela metade.

Além disso, o repetidor faz com que ocorra uma interferência de sinal sobre os roteadores, o que também irá prejudicar muito a qualidade da internet.

Outro motivo para abortar de vez a missão de usar um repetidor de sinal, é que ele possui uma capacidade muito limitada para conectar vários dispositivos, o que vai dificultar o bom funcionamento da Internet das Coisas (IoT).

Um roteador mais potente é a melhor opção?

A primeira coisa que muitas pessoas fazem, quando estão com problemas de sinal de internet, é correr para comprar o roteador mais potente do mercado, acreditando que isso vai solucionar o problema. Porém, da mesma forma que ele envia o sinal para mais longe, capta proporcionalmente as interferências na rede wi-fi, o que ocorre com muita frequência em condomínios.

Assim como o roteador envia o sinal para o dispositivo wi-fi, o dispositivo wi-fi também precisa mandá-lo de volta para o roteador. Por isso, é indicado criar pequenos pontos de envio de sinal wi-fi, distribuindo mais roteadores em ambientes grandes, ou em cômodos da casa, dependendo do caso.




A velocidade do plano de internet também precisa ser compatível com a potência do roteador, assim como dos dispositivos com os quais se acessa a rede wi-fi. Ao identificar algum problema de acesso, avalie também as condições e a tecnologia utilizada pelos seus aparelhos.

Caso você tenha um celular de um modelo mais antigo, é bem possível que ele não suporte o alto tráfego de banda da Internet. O mesmo acontece com um roteador mais antigo, que pode não ter um bom desempenho no momento em que mais dispositivos se conectem a ele, diminuindo a qualidade e a quantidade de banda que é transmitida para os aparelhos, e tornando a sua experiência negativa.

Como ter internet funcionando bem em todos os andares da casa?

Já de antemão, é possível dizer que, para ter internet funcionando em todos os pontos, é necessário utilizar pelo menos um roteador em cada andar da casa. Em residências maiores, pode ser necessário colocar mais roteadores espalhados. Para ter certeza dos melhores pontos para instalar os roteadores na sua casa, o ideal é chamar um técnico, que vai fazer essa avaliação e indicar o que for mais funcional.




Ao comprar os seus roteadores, lembre-se de adquirir produtos de boa qualidade, de preferência do tipo AC, que contemplem as frequências de 2,4Ghz e 5Ghz. Isso porque os equipamentos que se conectam com a rede wi-fi operam em dois tipos de rede diferentes, que são conhecidas popularmente como 2G e 5G.

Quer saber quais são as particularidades de cada uma delas?

A rede 2.4Ghz trabalha em frequências mais baixas, possibilitando o tráfego de dados através de alguns obstáculos. Em geral, por utilizar uma transmissão mais baixa, o tráfego nessa rede acaba sendo mais lento.

Já a rede 5Ghz tem um nível alto de tráfego de dados, mas é muito sensível para enfrentar obstáculos. Com isso, muitas vezes só é possível utilizá-la ao estar no mesmo cômodo em que o roteador está instalado.

Então, se você quiser uma alta taxa de troca de dados entre aparelho e roteador, precisa conectar a rede 5Ghz. Agora, se a sua necessidade exigir uma distância maior, deve usar a rede 2.4Ghz.

Alguns dispositivos mais antigos não têm as duas redes, utilizando somente a de 2.4Ghz.

Se você ficar com alguma dúvida em relação à escolha do roteador, contate um técnico para orientá-lo na melhor opção para a sua casa.

E se eu colocar mais pontos wi-fi em casa, preciso ficar trocando de rede no meu celular?

Depende! Se você tem roteadores comuns em sua casa, ainda é preciso trocar de rede para captar o melhor sinal. Por exemplo, se você está no quiosque utilizando o wi-fi, e depois vai para dentro de casa, que utiliza outro roteador, precisa fazer a troca manual para não comprometer a velocidade da internet.

Porém, hoje já existe uma tecnologia que permite ampliar a cobertura do sinal wi-fi no ambiente sem a necessidade de instalar cabos, que se chama Rede Mesh. Ela funciona como uma malha de equipamentos, e os gerencia de uma forma inteligente.

Na Rede Mesh, instala-se um equipamento principal no ambiente, que faz o gerenciamento de toda a estrutura, ancorando a internet para os demais roteadores da casa. Esses roteadores “conversam” entre si, definindo a melhor forma de capturar os dispositivos e qual a frequência necessária para cada um deles.




Por exemplo, você está conectado ao roteador A com o seu celular, e se deslocando pela casa até se aproximar do roteador B. Esses dois roteadores vão se comunicar entre si, e o aparelho B vai adotar a conexão do seu celular. Dessa forma, você troca de rede wi-fi de forma rápida e automática, sem precisar fazer qualquer interação no seu aparelho.

Mais alguns pontos primordiais para garantir a qualidade do sinal wi-fi

Quando instalar um roteador, leve a internet até ele através de um cabo de rede. Fazer com que o aparelho receba o sinal através de wi-fi e retransmita o sinal faz com que a capacidade de entrega da banda de internet seja reduzida pela metade. Ou seja, você só irá receber 50% do plano de internet contratado, o que não parece nada interessante, né?

Nunca instale o roteador dentro de uma gaveta, armário ou nos cantos da casa. Quanto mais aberto e arejado for o local do roteador, melhor será o funcionamento da sua rede wi-fi.

Gostou? Acompanhe mais dicas e conteúdos como esse nas nossas redes sociais. Acesse o Facebook e Instagram da Amigo Internet e lembre-se de compartilhar este artigo com os seus amigos.