top of page

Nomofobia: conheça a síndrome da era digital


Você já ouviu falar em nomofobia? Não? Então vamos fazer essa pergunta de outra maneira. Já se sentiu agoniado, ansioso ou preocupado além do normal quando recebeu uma notificação no seu smartphone? Se agora a sua resposta foi sim, saiba que isso pode ser um indício da presença dessa fobia, que ainda não é tão conhecida.


A Nomofobia se configura pelo medo exagerado de não poder utilizar o aparelho celular por algum motivo específico, como quando nosso plano de internet acaba ou ficamos sem bateria, por exemplo. Pode parecer algo absurdo, mas esse tipo de fobia começou a ser observada com mais frequência por conta da dependência da tecnologia que as pessoas passaram a apresentar ao longo dos anos.


Em um estudo realizado pela YouGov, empresa que criou o termo, os pesquisadores relataram que 53% dos usuários se sentiam incomodados e ansiosos quando não podiam usar seus celulares. Com o passar dos anos, outras pesquisas sobre o assunto foram realizadas e esse índice aumentou ainda mais. Para você ter uma noção, as pessoas passaram a ter medo de ficar sem essa tecnologia e isso se agrava entre os adolescentes e jovens.


Aqui vai mais um dado importante para você. Segundo estudo, os brasileiros são os que passam mais tempo no celular, uma média de 5,4 horas por dia. Preocupante não é mesmo? Cada olhadinha no Instagram, checagem no e-mail e minutos que passamos indo de um aplicativo a outro contribuem ainda mais para a dependência e um possível desenvolvimento da nomofobia.


Sintomas da nomofobia

Não podemos generalizar pois nem tudo representa um vício desenfreado. Mas você talvez observe uma relação com sua maneira de lidar ou até um paralelo com pessoas à sua volta. Por isso, alguns sintomas merecem atenção especial.


A angústia de não poder usar o celular pode desencadear alguns comportamentos. São eles: a obsessão em verificar as notificações assim que elas chegam, olhadas frequentes nas redes sociais e aplicativos, a incapacidade de desligar o aparelho ou o carregamento constante da bateria.


Também pode se mostrar na irritação que as pessoas demonstram quando estão em um local sem conexão wi-fi e a incapacidade de ir ao banheiro sem levar o celular junto.


Quais são os riscos para a nossa vida?


A dependência causada pelo uso exagerado dos celulares pode prejudicar a vida em diversos níveis, sejam eles pessoais ou profissionais. Temos a ideia equivocada de que quando estamos fazendo diversas coisas ao mesmo tempo, estamos sendo produtivos e dinâmicos, esse pensamento não poderia estar mais errado.


Nosso cérebro não consegue acompanhar tantos estímulos de uma só vez. Por isso, quando navegamos nas redes sociais, vemos vídeos, respondemos o WhatsApp e trabalhamos ao mesmo tempo, não conseguimos reter nem metade de todas as informações que recebemos nesses poucos minutos. Ficamos mais propensos a distrações, não conseguimos nos concentrar e consequentemente temos mais dificuldades para concluir atividades que deveriam ser rápidas.


Mas além de interferir na produtividade imediata, o vício no smartphone pode trazer problemas a longo prazo como a insônia. Verificar ou passar muito tempo no celular antes de ir para a cama manda incentivos errados ao cérebro, que por causa da luz azul da tela, não consegue associar que é o momento de dormir.


Assim a pessoa passa a ter dificuldade para pegar no sono, acorda com frequência durante a noite e se sente cansada ao longo do dia. Isso tudo sem falar que conferir constantemente o telefone pode causar acidentes de trânsito, que infelizmente, podem custar a vida de outras pessoas.


É hora de desacelerar!


Pensando em tudo isso a Amigo que te dar um baita conselho. Observe seu comportamento, você sabe que aqui somos amantes da tecnologia, mas tudo em excesso é prejudicial. Os smartphones, assim como as outras ferramentas são essenciais em nossa vida, mas saiba colocar limites, desenvolva outras atividades e tente estimular sua mente a se desprender do uso desenfreado.


Se for preciso estipule tempo de uso para os seus aplicativos e com o andar da carruagem isso naturalmente vai fazer parte da sua rotina. Dessa forma, você evita o medo de não estar sempre com o seu celular, evita uma fobia indesejada e de quebra ainda constrói uma rotina mais saudável.


Gostou de saber mais sobre esse tema? Continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro dos assuntos mais relevantes da atualidade. E se quiser conhecer todos os serviços que a Amigo Internet oferece é só clicar aqui.


Amigo - Viva conexões reais!


Comments


bottom of page