Segurança na internet: 6 precauções a serem tomadas com crianças

Por mais que a internet represente um ótimo avanço, justamente por permitir acesso livre à informação, é preciso estar atento aos perigos. Principalmente em relação ao consumo de conteúdos pelas crianças. Por isso, é importante que os pais estejam sempre atentos ao que seus pequenos veem na rede, reforçando a segurança na internet.

Assim, é possível garantir que a web sirva apenas para coisas boas, englobando educação, lazer e entretenimento. Ou seja, os pais asseguram que os filhos cresçam conectados ao mundo digital, mas sem os problemas associados ao excesso e à exposição aos riscos.

Vamos conversar sobre isso nos próximos tópicos. Se quiser aprofundar sua visão, acompanhe!

Importância de estabelecer regras e limites no uso da internet

A grande vantagem da web é a possibilidade de permitir acesso a diferentes tipos de conteúdo, fruto de uma democratização da criação e disseminação de informação. Mas esse é também um dos pontos negativos que envolvem a grande rede. Sem um cuidado preventivo, pode gerar problemas para o desenvolvimento das crianças.

Existem vários motivos para defender a importância de trabalhar com regras quanto ao uso de internet. Um deles é a segurança em si. Os pequenos na web são mais inocentes e não sabem como prevenir crimes e ataques virtuais.

Por esse motivo, são vulneráveis à exploração de mal-intencionados. Os resultados podem ser vários, como os aparelhos serem infectados com vírus perigosos ou, até mesmo, a criança se comunicar diretamente com criminosos.

Lembrando que existe a questão dos conteúdos adultos e explícitos, que, às vezes, estão misturados com a parte infantil da rede e podem surgir de forma inesperada. Evidentemente, os pequenos não possuem conhecimento nem experiência para saber do que se trata quando encontram algo do tipo.

A questão do bullying virtual é uma situação problemática também. Muitas crianças desenvolvem fobia social, problemas de autoestima, ansiedade e depressão por conta de pessoas fazendo comentários depreciativos na web. Isso afeta a aprendizagem e gera outros problemas sérios no desenvolvimento.

Da mesma forma, a privacidade vale ser mencionada. Os pequenos em redes sociais podem compartilhar conteúdos muito pessoais, o que não é recomendado. Eles não têm maturidade suficiente para saber disso e podem acabar gerando informações para exploração de criminosos.

Precauções para garantir a segurança das crianças na internet

Neste tópico, apresentamos algumas estratégias para proteger os seus filhos na web. Confira!

1. Construir um laço de confiança

A primeira dica é construir um laço mais próximo de confiança com as crianças. Isso é importante, pois permite que você se aproxime para conversar e ensinar sobre a importância de tomar cuidado na rede.

Queremos dizer com isso que não se trata de autoritariamente tomar decisões, mas de mostrar o motivo aos filhos, com diálogos naturais e amorosos.

Existindo uma relação mais próxima e amigável, os pequenos se sentem mais confortáveis em confiar nos pais e obedecer. Essa amizade quebra a resistência.

2. Bloquear conteúdos impróprios

A segunda dica é uma ação prática. Os pais precisam utilizar ferramentas para bloqueio de conteúdos e sites impróprios, para garantir que as crianças nem mesmo se deparem com isso. Assim, é possível ter um acesso mais seguro e você pode confiar neles enquanto usam a internet.

Mesmo que esse bloqueio não represente 100% de proteção, o sistema já ajuda a evitar que os filhos caiam nesses domínios por acidente ou vejam algo sem querer. É uma opção de automação que dá uma segurança maior em relação ao que seria se os pais tentassem resolver esse problema manualmente.

3. Monitorar constantemente

Mesmo com o apoio das ferramentas, é dever dos cuidadores sempre estarem atentos. Então, é fundamental ter monitoramento constante de tudo o que os filhos estão fazendo. Uma boa recomendação é não deixar eles usarem a internet fora da sua visão, como no quarto ou em cômodos fechados. Mantenha sempre os olhos neles!

4. Contar com o uso de plataformas infantis seguras

Outra ótima estratégia é adotar as plataformas próprias para o público infantil, como o YouTube Kids e a ferramenta da Netflix que permite essa função. Isso auxilia bastante porque seleciona os vídeos e filmes para entretenimento seguro e confiável, sem os riscos de temas inadequados ou cenas intensas demais para os pequenos.

É bem melhor contar com essas alternativas do que acessar os sites diretamente e se deparar com vídeos e filmes misturados, sem nenhum tipo de alerta para categorias infantis. As plataformas reúnem os melhores conteúdos, porém, ainda é importante que os pais acompanhem os filhos e assistam a tudo com eles. Afinal, cuidado nunca é demais!

5. Estimular atividades fora da rede

Estamos falando de segurança na internet, mas uma excelente ideia é estimular atividades e lazer fora da web. Assim, é possível evitar que as crianças fiquem presas a uma única opção de entretenimento. É importante conciliar a diversão na rede com momentos de brincadeiras fora dela.

Você pode estar se perguntando: como isso é uma dica de segurança? Ora, ao ensinar os seus filhos a limitarem o tempo na grande rede, você garante que moderem o tempo lá e, portanto, estejam menos suscetíveis a conteúdos inapropriados e vírus.

6. Usar antivírus

Instale antivírus em todos os computadores e celulares da sua casa. Com um software de combate aos sistemas maliciosos, é possível monitorar tudo automaticamente e filtrar acesso a sites e conteúdos suspeitos.

Com varreduras automáticas, filtros e monitoramento constante, é mais fácil garantir proteção durante 24 horas, 7 dias por semana. Além dessas funcionalidades, os usuários conseguem definir regras e configurações especiais também. Esses softwares auxiliam os cuidadores ao proteger as informações pessoais dos pequenos e controlar o que eles visualizam.

A segurança na internet é um aspecto fundamental para o mundo atual. Estamos no auge da web como uma ferramenta de acesso à informação de qualidade e, ao mesmo tempo, estamos vendo a rede se tornar perigosa.

Felizmente, com essas dicas práticas, é possível proporcionar um uso seguro da tecnologia para evitar problemas com o desenvolvimento dos seus pequenos. Não seria esse o sonho de qualquer pai e mãe?

Gostou desse conteúdo e das nossas recomendações? Entre em contato e garanta um serviço de internet eficiente para você e para sua família.