Saiba como a conectividade pode ajudar os produtores rurais

Ter acesso à tecnologia pode revolucionar o dia a dia e o trabalho do produtor rural. A agricultura digital, por exemplo, é composta por sistemas operacionais distintos, diversos equipamentos, maquinários inovadores, além de sensores eficazes que otimizam bastante a vida de quem mora e trabalha no campo.


Porém, a conectividade para produtores rurais ainda é um grande desafio no Brasil, pois o acesso a redes de internet é limitado em inúmeras regiões do país. Se nas regiões urbanas já existem problemas de conexão, em áreas rurais esse problema é ainda maior.


Nesse sentido, trouxemos algumas informações sobre a importância e os benefícios de levar conectividade de qualidade para o campo. Acompanhe a leitura!


Os desafios de conectividade para produtores rurais

Segundo estudos feitos na edição mais recente do IoT Snapshot, pela Logicalis, cerca de 29% dos empreendimentos rurais utilizam soluções tecnológicas em seus negócios. Além disso, a pesquisa também aponta que mais 28% estão caminhando para implementá-las a curto prazo.


Porém, apenas investir em ferramentas tecnológicas não basta; é necessário contar com uma boa conectividade para conseguir usufruir dessas tecnologias com eficiência. Nesse sentido, o maior desafio aqui é levar essa conectividade para as áreas rurais.


Conseguir realizar essa tarefa com sucesso é uma responsabilidade que não depende do produtor rural, mas sim de arranjos tecnológicos entre diversas organizações. Por exemplo: uma das opções viáveis é que as operadoras apostem financeiramente nesses arranjos e firmem parcerias com agentes públicos e privados.


Contudo, algumas propriedades rurais já conseguem vencer, pouco a pouco, essa barreira. Uma das soluções encontradas foi conectar as máquinas a um sinal de rádio emitido a partir de um escritório central na fazenda. Esse sinal recebe a conexão de internet e transmite a rede para os locais mais afastados da região.


Entretanto, o Brasil sofre com a falta de infraestrutura de telecomunicações, regulação, definição de padrões de segurança da informação, capacitação e custos para aplicar tais soluções em larga escala.


A importância da conectividade no campo

Para levar a conectividade para produtores rurais é necessário compreender a importância de investir em infraestrutura e tecnologia da informação. Outro grande passo é destacar as vantagens que apostar nessas ferramentas tecnológicas pode trazer para a vida no campo, bem como para a cadeia de produção agrícola.


Um dos maiores impactos positivos desse investimento é o aumento da possibilidade de criar modelos de negócio e da geração de conhecimento em todos os setores. A facilidade de uma conexão de qualidade unida a tecnologias eficientes pode encurtar os caminhos entre fornecedores de insumos, produtores e consumidores, por exemplo.


Os benefícios da conectividade para produtores rurais

Como estamos falando de um setor bastante amplo, é praticamente impossível citar apenas um conjunto de vantagens que a conectividade leva para a área rural.


Afinal de contas, tanto a vida profissional quanto a pessoal de quem reside no campo ganha melhorias com a implementação de novas tecnologias. A qualidade de vida da população rural, por exemplo, melhora consideravelmente:


  • Diminuição da desigualdade socioeconômica, cultural e tecnológica, atendendo à demanda de internet nas escolas rurais;

  • Diminuição do êxodo rural, mantendo o jovem no campo, com oportunidades similares às disponíveis na cidade;

  • Promoção da inclusão digital e tecnologia no interior dos municípios;

  • Disponibilidade de serviços de telefonia fixa para as áreas rurais;

  • Abertura da possibilidade de levar entretenimento, através da internet e da TV, para as famílias rurais.


Já no âmbito profissional, podemos citar os seguintes benefícios:


  • No campo: integração fiscal ao produtor rural e dos sistemas de uma propriedade — sensores de umidade, sistemas de irrigação, parâmetros zootécnicos, entre outros;

  • Do campo: compartilhamento de dados sobre determinada propriedade a partir de inúmeros sistemas de monitoramento;

  • Para o campo: recebimento de comandos de atuação de forma remota, como irrigação programada após análise do solo, pulverização inteligente e outros.


Veja de forma detalhada esses e outros benefícios trazidos pela conectividade para produtores rurais.


Planejamento e antecipação

Ao invés de depender das mudanças climáticas para programar o calendário de plantio, manejo, colheita e até mesmo a venda de seus produtos, o produtor rural poderá saber a hora certa de realizar todas essas etapas com antecedência.


Desse modo, fica mais fácil planejar as safras, além de poder se prevenir das alterações bruscas do clima geradas pela mudança das estações.


Acompanhamento em tempo real

Diversas tecnologias, como satélites, drones e softwares possibilitam acompanhar diferentes culturas em tempo real. Assim, torna-se possível visualizar grandes áreas de plantio na tela de um celular, tablet ou computador.


De quebra, o produtor também recebe uma análise de dados completa, como irrigação do solo, germinação, qualidade das sementes, entre outros.


Ganho de produtividade

Uma boa conectividade para produtores rurais também possibilita que eles façam o manejo com excelente produtividade e, assim, garantam a sustentabilidade dos negócios.


Sistemas de automação geram mais agilidade no plantio e colheita, por exemplo. Essas ferramentas também contribuem para evitar o desperdício de insumos, melhorando a gestão dos recursos.


Possibilidade de projeções

A partir das informações analisadas, o produtor poderá traçar gráficos e seguir tendências de produção.


Com isso, torna-se possível estimar o volume das próximas safras, bem como outros prazos, o que facilita o planejamento financeiro e a antecipação de situações diversas. Nesse contexto, o trabalho pode ser conduzido com mais segurança e previsibilidade.


Agilidade no manejo agrário

Com a tecnologia no campo, unida a uma excelente conectividade, não será mais necessário esperar a época de chuvas para irrigar a plantação ou o período das secas para iniciar a colheita. Com esses novos recursos, o produtor poderá manejar a agricultura da forma que bem entender.


Outra vantagem é que o produtor poderá aproveitar ao máximo o que as estações oferecem de melhor, além de reduzir o impacto de situações adversas, com épocas de seca prolongada ou surgimento de pragas.


Acesso a novidades e tendências

Todas essas inovações tecnológicas trazem inúmeras possibilidades para o setor rural, conforme dissemos até aqui.


A partir disso, um número cada vez maior de pessoas do campo poderá conhecer novas tendências que impactam positivamente a sua rotina na área rural. E isso é essencial para transformar um ambiente sem recursos em um espaço fértil para a inovação.


Redução de custos

Com o suporte de tecnologias de ponta, o produtor consegue visualizar melhor os erros e acertos do processo de produção. Investir no desenvolvimento rural no aspecto tecnológico significa, também, permitir que esses processos sejam mensurados, auxiliando nas decisões estratégicas, a fim de diminuir o desperdício de insumos.


As tecnologias inovadoras para a produção rural

Apesar das dificuldades de implementar uma boa conectividade para produtores rurais, felizmente a pesquisa realizada pela Logicalis, citada mais acima, mostrou que os residentes e trabalhadores do campo estão abertos a receber todo tipo de tecnologia que venha a agilizar e a otimizar sua rotina.


Nesse sentido, listamos abaixo algumas tecnologias que poderão contribuir para o alcance dos benefícios citados acima.


GPS

Com um sistema de georreferenciamento torna-se possível abrir um leque de aplicações. Um bom exemplo disso é quando o GPS ajuda no sistema de piloto automático de determinada máquina para que ela circule sempre nos mesmos locais da lavoura.


Isso reduz o compactamento do solo e as danificações da cultura. Outra funcionalidade é o controle de veículos no talhão, a partir da delimitação de uma área imaginária, destinada à circulação do maquinário.


Sensoriamento

É por meio dessa tecnologia que o produtor consegue identificar locais específicos em sua lavoura que precisam de intervenções. Imagine que seja necessário aplicar um herbicida na cultura para eliminar ervas daninhas. Contudo, não é toda a área que está infestada.


Com o sensoriamento, o produtor conseguirá reconhecer quais plantas estão danificadas. Assim, ele fará a pulverização somente nos locais necessários, gerando uma grande redução de custos.


Outro sistema semelhante e bastante eficiente é o repetidor de operações. Com esse recurso, o pulverizador consegue repetir as aplicações na frequência, horário e locais programados, bem como repetir a quantidade de produto utilizado.


Big Data

Conforme citamos inicialmente, é possível antecipar cenários referentes à produção, a partir de uma análise de dados apurada. Ao considerar casos já registrados, inúmeras variáveis são aplicadas para prever possíveis falhas ou propor soluções a fim de melhorar os resultados.


Nesse sentido, o Big Data permite a coleta e o armazenamento de dados inúmeros sobre a lavoura — condições do solo, umidade do ar, nível de nutrientes e outros. Assim, torna-se viável a construção de um histórico que influenciará tomadas de decisões mais eficazes futuramente.


Internet das Coisas

A IoT no campo se apresenta como a interconexão dos equipamentos agrícolas; o pulverizador conectado à adubadora ou o trator que se liga à plantadeira e assim por diante.

Desse modo, todos os processos de produção são otimizados e automatizados, elevando o nível de precisão em todas as etapas.


Telemetria

A telemetria se refere à coleta, ao compartilhamento e ao gerenciamento de dados sobre os equipamentos e veículos que operam na propriedade — todas essas operações são feitas remotamente. Para isso, vários sensores são instalados na máquina para detectar informações sobre temperatura, umidade, pressão, óleo etc.


Todos eles estão vinculados a softwares em execução no computador ou aplicativos instalados no telefone ou tablet. Dessa forma, os produtores podem visualizar um mapa que pode fornecer dados sobre a eficiência da colheita e o status dos equipamentos de campo.


As formas de ampliar a conectividade no campo

Já citamos inicialmente que o maior desafio de implementar novas tecnologias no campo é levar conectividade de qualidade para a zona rural. Nesse sentido, uma das soluções encontradas pelas empresas de internet — por meio de parcerias entre operadoras e instituições públicas e privadas — foi levar a rede de fibra óptica, serviços de telefonia e TV.


Para realizá-lo, esses projetos costumam receber incentivos financeiros concedidos pela Lei Municipal. Trata-se de um modelo de financiamento no qual diversos municípios, provedores e até mesmo alguns produtores rurais investem nos recursos necessários para levar a conectividade às áreas rurais.


Esse investimento visa a atender as demandas das comunidades rurais, como melhorar os processos de produção agrícola, reduzir custos e contribuir para uma agricultura mais sustentável.


No agronegócio, por exemplo, já pode-se notar as novas possibilidades trazidas pela conectividade. O maior dos avanços é a consolidação da Agricultura 4.0 — baseada em conectividade no campo, tecnologia de ponta e conteúdo digital.


Saiba o que é a Agricultura 4.0

O nome veio da Indústria 4.0. Da mesma forma que sua antecessora, a agricultura digital — como também é chamada — reúne diversas tecnologias para melhorar as atividades do campo, via conectividade, sensoriamento remoto e outras ferramentas ligadas à tecnologia da informação.


Por essa razão, a Agricultura 4.0 também representa o que chamamos de Agricultura de Precisão. Afinal, tais inovações prometem revolucionar o trabalho rural.


Isso porque com o crescimento da presença de tecnologias com IA (Inteligência Artificial) no campo, mais o produtor consegue otimizar sua produção, ao mesmo tempo em que reduz seus custos, sem aumentar a área do cultivo.


A escolha da solução ideal para seu negócio

Para saber qual opção tecnológica se encaixa melhor em suas necessidades, você deve estudar as últimas inovações para o campo. Uma excelente opção é visitar feiras agrícolas e exposições nas quais são apresentadas as novidades para o setor.


Outra maneira é pedir orientação de empresas e consultorias especializadas em implementações tecnológicas no campo. Algumas empresas possuem até setores dedicados a orientar os produtores rurais nessa escolha.


Isso se aplica também no momento de escolher o tipo de Internet a ser instalada em sua localidade. Atualmente, muitos provedores fornecem, além da internet, serviços de TV por assinatura e telefonia fixa para regiões rurais. As empresas de maior credibilidade do mercado conseguem oferecer excelente conectividade, com a tecnologia de fibra óptica.


Ficou claro que oferecer conectividade para produtores rurais é essencial para garantir a melhoria na qualidade de vida das famílias que vivem no campo e o aumento da produtividade na propriedade rural. Vale ressaltar os benefícios de investir na oferta desse serviço, como redução do êxodo rural, promoção do turismo campestre e desenvolvimento do município em sua totalidade.


Agora que você já conhece os benefícios da conectividade para produtores rurais,entre em contato conosco e descubra o que podemos fazer por você!